Ser Sincero com Você!

Se você quer recuperar a sabedoria que está registrada em cada etapa de sua vida, concentre-se no seu tempo presente. Ao cedermos o controle de nossas vidas para as burocracias de plantão, entregamos também as certezas antes sustentadas por nossas esperanças.

Na dança absoluta da vida é o presente que se impõe. É no presente que a mercadoria troca de mãos e o pagamento é feito ou mesmo um contrato é fechado, um bebê é concebido, ou seja, simplesmente onde a vida acontece.

É a sua emoção que dá sentido à sua vida. Você já deve ter percebido que a emoção de amanhã é apenas ansiedade e que a de ontem é apenas recordação ou talvez culpa.

O sucesso é construído com a intensidade do nosso presente, do dia de hoje. E a maior verdade deste sucesso é que ele ao mesmo tempo inclui e supera os bens materiais. Quando não sabemos qual é o caminho, qualquer caminho serve.

O mundo de hoje é fantástico, cheio de informações, novas tecnologias a todo instante, mas, é preciso equilibrar a vida profissional com a vida familiar, a vida social com a vida espiritual e isso o ajudará a captar sua plenitude.

A informação vira conhecimento e os eventos da vida viram experiências. Quando unimos as duas situações, conseguimos uma coisa mágica chamada sabedoria. E esta é viver o presente, pois só agora você pode realizar seus sonhos. O passado é um cheque que já foi descontado e o futuro você ainda não viveu.

Você se insere no mundo através das palavras. Suas e dos outros. Descobre rapidamente que as palavras, para se manterem vivas, dependem umas das outras.

Com a prática, aprende que, para definir o bem, dependerá do mal. Que a palavra "alto" traz na mente a palavra "baixo". O sucesso, o fracasso. O dia, à noite, e assim por diante... E cada palavra nos apresenta ela mesma a outra, que é oposta, mas que a complementa.

O conhecimento e a prática do bem não podem existir sem o mal, nem a luz sem a escuridão, nem a alma feminina sem a masculina...

Desempenhar um papel, fingir em conformidade com os outros ou viver uma vida de verdade? Ser normal, isto é, seguir as normas da sociedade ou ser natural, seguir as leis da natureza que nos embala desde nossa origem?

A origem da palavra "sincera" vem da época dos romanos. Os ricos encomendavam estátuas e quando o artista errava, preenchia a falha com uma correç&a to de cera. Os nobres percebiam esse artifício e ao encomendar a sua estátua queriam uma obra autêntica, verdadeira, sem falhas ou disfarces e "senza cera", sem cera, ou seja, "sincera".

Viver o dia de hoje e buscar de verdade a felicidade é antes de tudo ser sincero consigo mesmo.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

Escrito por Gilclér Regina
Para contratar este palestrante: (11) 2221-8406 ou

Clique aqui

Informações Adicionais