Analfabeto do Milênio

“O passado não leva ninguém a lugar nenhum. Não adianta ficar lamentando ‘se tivesse’ ou ‘se não tivesse’. O êxito é construir o futuro a partir de agora”. - Giclér Regina

 

 

O guru americano Alvin Tofler disse que o novo analfabeto deste milênio não será o que não souber ler e escrever, mas o que não conseguir aprender, desaprender e reaprender.

Os caminhos do mundo são de uma rapidez absurda e os índices de obsolescência são gigantescos. A única forma de encontrarmos espaço no futuro é nos prepararmos desde agora. Não haverá opções para desculpas. No futuro só existirão dois tipos de empresas: as rápidas e as mortas.

Aprendemos que não é o maior que irá vencer o menor e sim o mais rápido que irá engolir o mais lento. Hoje até penso diferente: A vitória não é dos mais rápidos, é dos que acreditam.

Existem três tipos de pessoas: 1. As que não sabem e não perguntam2. As que sabem e não ensinam e3. As que ensinam e não fazem.

Acredito que o sucesso é de quem faz. Ninguém tem o direito de ensinar aquilo que não sabe fazer. Está lá no meu livro “Você pode mudar sua vida” Editora Ideia.

Viver é acreditar no impossível. Lembro aqui aquela frase: “Ele não sabia que era impossível, foi lá e fez”. Antes de Santos Dumont, ninguém achava possível fazer voar um aparelho mais pesado que o ar. Até que ele acreditou e, com determinação, criou o primeiro avião.

Winston Churchill disse certa vez: “O mundo estaria arruinado se cada um cumprisse a sua parte”. Temos que ir além da meta e não podemos ter medo de crescer, de vencer, afinal o que pode estar em jogo é a nossa própria felicidade.

Todo milagre é possível desde que encontre alguém disposto a realizá-lo. Não podemos ter memória curta e visão fechada para as realizações da vida. Se você sabe e não faz, teria sido melhor que não soubesse.

Sábio é o ser humano que conhece alguma coisa sobre tudo e tudo sobre alguma coisa. O mais sábio é aquele que estuda como se fosse viver eternamente e vive como se fosse morrer amanhã.

Há mais de dois mil anos o pensador romano Lucius Annaeus Sêneca disse: “Se o homem não sabe a que porto se dirige, nenhum vento lhe será favorável”.

Para que a vida tenha rumo é essencial ter objetivos. As pessoas que não sabem o que querem passam a vida queixando-se de não obterem nada, não têm planos, estão à mercê de ventos errantes.

Os prêmios mais ambicionados que a vida pode oferecer estão nas mãos daqueles que acreditam, isto é, tem fé, sonham, planejam e agem. Sim, pessoas de atitude!

As sobras só ficam para quem não têm sonhos. Uma pessoa que não tem um ideal nem um guindaste a tira de manhã cedo da cama para dar sentido em sua vida.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

 

 

Informações Adicionais