O desafio de engajar talentos durante as mudanças

Talentos se engajam, não por motivação e sim pelo sentido de conexão com a causa e propósito maior da Organização. Sentem que há uma oportunidade de crescimento e aprendizagem. Que é possível fazer um trabalho digno e produtivo. Segundo Jefrey Pfeffer, líderes podem maximizar o engajamento e a produtividade dos talentos em 3 dimensões. 1 – Fomentar um conjunto claro e expressivo de valores, amplamente compartilhados, sobre as quais erguem-se suas práticas de gerenciamento; 2 - Exibir um notável grau de alinhamento e consistência nas práticas centradas nas pessoas que expressam seu valores essenciais; 3 – Preparar uma liderança cujo papel principal é assegurar a manutenção desses valores, muitas vezes concretizados para todo os que trabalham na organização. Para engajar talentos de alta performance é preciso conhecê-los. Estes gostam de desafios, são autogerenciáveis, focados em resultados, necessitam certa autonomia e independência. Precisam perceber na empresa e em sua liderança meritocracia e competência. Querem ser respeitados. Sentem necessidade de perceber que os relacionamentos estão solidificados na base da honestidade e transparência. Menos do que isso, você terá uma boa parte da equipe descomprometida Por Eduardo Carmello Diretor Entheusiasmos Consultoria em Talentos Humanos Para contratar ligue: (11) 2221.8406

Informações Adicionais