Você é fonte de stress na empresa?

Administrar o stress na sua organização pode ser mais importante do que você imagina, se quiser ter um time de alta performance. Algumas pessoas rendem relativamente bem com algum nível de stress e poucos necessitam do stress para funcionarem melhor. Mas a grande maioria detesta ser estressada ou empurrada pelo seu chefe.

O que não deve ser confundido é a cobrança necessária do trabalho a ser realizado com o um ambiente estressante para as pessoas que trabalham. A diferença está na qualidade do relacionamento com as pessoas e a confiança estabelecida.

Um dos papéis mais importantes do líder numa organização é o desenvolvimento, estabelecimento e a manutenção da cultura organizacional. Um dos objetivos é estabelecer um clima organizacional adequado para os negócios da empresa e que ao mesmo tempo proporcione um ambiente de trabalho agradável e produtivo para os funcionários. Isto significa cuidar para estabelecer um ambiente de confiança e sem stress desnecessário.

Não há dúvidas de que o mercado mais competitivo, a situação econômica desfavorável, instabilidades políticas e sociais, geram stress para as pessoas. São aspectos externos à empresa, mas o ambiente de negócios tem uma grande influência sobre as pessoas.

O controle do stress causado por fatores externos à empresa se faz através de comunicação que esclareça o significado da situação para os negócios da empresa e as medidas adotadas para minimizar o impacto sobre as pessoas.

Num plano ainda externo ao dia-a-dia das pessoas estão aquelas relacionadas com o controle da empresa. Troca de grandes acionistas, de donos, aquisições e consolidações fazem parte destes fatos que geram intranquilidade nas organizações. Aqueles que viveram ameaças de takeover, venda da empresa e outras mudanças de propriedade ou composição societária sabem bem que o nível de ansiedade vai aos céus nestes períodos. A peculiaridade é que nestas situações, são os líderes que sentem mais o stress.

Mas os fatos que mais afetam diretamente o nível de stress sobre as pessoas são as decisões que ocorrem dentro da empresa no dia-a-dia. As mudanças de organização, sejam de estrutura ou de pessoas estão no topo desta lista. Apesar das mudanças serem inerentes ao desenvolvimento da organização, a falta de esclarecimentos sobre os critérios adotados gera um clima de muita preocupação. Cabe sempre às lideranças anteciparem os critérios, esclarecerem os objetivos, e demonstrar controle da situação para reduzir o stress gerado por estas situações.

As mudanças de estratégia, planos e de objetivos operacionais de maneira inesperada também são geradores de ansiedades. Pois estas mudanças geram trabalhos adicionais e destruição do trabalho feito pelas pessoas com muita dedicação. Ninguém gosta de ver o seu trabalho jogado no lixo! Muitos líderes adoram dizer coisas como: - Precisamos mudar tudo! Vamos refazer os planos a partir do "zero"! Talvez imaginem que a sua adesão visível à mudança seja um incentivo para as pessoas. Recomenda-se sempre estabelecer a continuidade e a valorização da base estabelecida.

Além destes fatores, cobranças "do alto", sejam dos acionistas, da corporação ou dos chefes, são igualmente prejudiciais quando desacompanhadas de razões e apoio. Cabe aos líderes, o papel de filtros do stress nestas ocasiões. É bem verdade que simular tranquilidade quando se sente ameaçado ou estressado requer um pouco de arte.

Mas os fatos que no primeiro momento parecem tão ruins, melhoram muito depois de uma noite e algumas idéias. É importante um exercício constante para não ser um canal de transmissão de stress para a equipe.

Chefes que não se importam em causar stress para seus subordinados acabarão seus dias sem apoio da sua equipe. Lembrem-se de que é fácil para um general fazer declarações heróicas, mas são os soldados que colocarão suas vidas em jogo.

Uma das qualidades que destacam um líder é a sua clareza e sua serenidade para manter a organização calma mesmo em dias de turbulência.

Se você é uma fonte de stress na empresa, não importa o seu cargo e o seu poder, é um "overuse" (abuso) aos seus funcionários e membros da sua equipe. O modelo heróico é pouco apreciado nestes dias.

A recomendação é que você verifique a sua postura e reflita um pouco. Para saber se estamos causando stress, precisamos ouvir mais a nossa equipe e dar abertura para o diálogo franco. Nem sempre percebemos como causamos stress para outras pessoas!

Clique aqui

 

Informações Adicionais