Analisando Relatórios Gerenciais

Todos os relatórios ou demonstrações financeiras são passiveis de análise com ênfase maior para o balanço patrimonial e o demonstrativo de Resultados.

Os procedimentos básicos para analise da situação econômica e financeira de uma empresa, pressupõem a utilização de relatórios, preferencialmente de três ou mais períodos para que possamos realizar comparativos.

Devemos verificar indicadores financeiros, econômicos e operacionais, analisar verticalmente e horizontalmente o Balanço Patrimonial e o Demonstrativo de Resultados, analisar a taxa de retorno e o pay-back, e o demonstrativo de origens e recursos, fontes e usos.

Os principais indicadores econômicos são respectivamente os de Liquidez Imediata, Liquidez Seca, Liquidez Corrente, Liquidez Total, Solvência Geral, Endividamento, Garantia de Capitais de Terceiros, Imobilização de Capital Próprio e Capital Circulante.

Os principais indicadores globais são respectivamente; Índice de Rotação dos Estoques, Prazo Médio de Rotação dos Estoques, Índice de Rotação de Valores a Receber, Prazo Médio de Recebimento, Índice de Rotação de Valores a Pagar e Prazo Médio de Pagamento.

Os principais indicadores operacionais são respectivamente; Taxa de Lucratividade das Vendas, Índice de Rotação de Vendas Liquidas, Taxa de Retorno sobre o Investimento Operacional, Taxa de Retorno sobre o Patrimônio Liquido, Taxa de Lucro Bruto, Taxa de Lucro Liquido, Taxa de Despesas Operacionais, Uso de Crédito, Cobrança em Atraso, Rotação de Cobrança e Dias Médios de Cobrança.

Sem duvida a analise do Balanço Patrimonial e do Demonstrativo de Resultados do exercício comparados com índices médios setoriais e com os próprios resultados anteriores da nossa empresa podem levar-nos a rever a estratégia e as ações implementadas com o objetivo de buscar melhores resultados futuros.

Escrito por Paulo Magnus
Para contratar este palestrante: (11) 2221-8406 ou

Clique aqui

 

Informações Adicionais