Liderança nutritiva

Em meu livro Diário de Um Líder, defini liderança como “a capacidade de inspirar e provocar as pessoas a fazer acontecer”, ou seja, líder é alguém com capacidade para conduzir com sucesso uma equipe na conquista de um objetivo comum. Adolf Hitler fez isso. Fernandinho Beira Mar também. Portanto, os termos “líder” ou “liderança”, dizem respeito à capacidade de fazer acontecer, não importando o fim, o objetivo. Isso me incomodou profundamente, e agora estou trabalhando em outro conceito, o da “liderança nutritiva”.

Liderança nutritiva é a capacidade de inspirar e provocar as pessoas a fazer acontecer, transmitindo informalmente conhecimento e apoio psicológico e social, que são percebidos pelo receptor como relevantes para sua vida pessoal e profissional. O líder nutritivo é uma daquelas pessoas muito especiais que causaram profundo impacto positivo em sua vida. De quantas você se lembra?  Pouquíssimas, não é?

Um líder pode obter excelentes resultados sendo um tirano, por exemplo, usando o medo como motivador, mas esse dificilmente será um líder nutritivo. Líderes nutritivos são mentores generosos, que iluminam o caminho de seus liderados, fazem com que as pessoas sintam-se bem, deixam a sensação de que ganhamos simplesmente por estar perto deles. O líder nutritivo está empenhado em transformar, para melhor, as pessoas que lidera. Por isso a liderança nutritiva, mais que um jeito de ser, é uma visão de mundo, uma postura de educador que está numa frase do escritor Rubem Alves que gosto muito de usar:

"O educador diz: 'Veja!'. E ao falar, aponta. O aluno olha e vê o que nunca viu. O seu mundo se expande.”

A principal diferença entre “liderança” e “liderança nutritiva”, portanto, está no legado deixado pelo líder.

- Ah, mas essa frescura de liderança nutritiva é só um rótulo novo para coisas velhas!

Bem, costumo dizer que todas as discussões relacionadas ao comportamento humano hoje em dia, já foram conduzidas por algum filósofo grego uns quatro mil anos atrás. Não é por acaso que usamos como exemplos de liderança gente como Abrahan Lincoln, Napoleão Bonaparte, Gandhi, Jesus Cristo ou Madre Tereza de Calcutá. Essas pessoas não são “antigas”, são seres humanos como eu e você, diferentes apenas pelo conhecimento tecnológico de suas épocas. Sentiam frio, medo, calor, ódio e apreço. Você tem alguma dúvida de que se pudesse colocar um iPad nas mãos de uma criança egípcia de 6 anos de idade, 5000 anos atrás, em algumas horas ela estaria navegando e curtindo a tecnologia? O rótulo “liderança nutritiva” é uma tentativa de tornar mais inteligíveis alguns conceitos que sempre estiveram por aí. Que são óbvios.

E justamente por serem óbvios, precisam ser ditos, ou ninguém enxerga.

Liderança Nutritiva vem aí. Prepare-se.

Escrito por Luciano Pires
Para contratar este palestrante: (11) 2221-8406 ou

Clique aqui

 

Informações Adicionais