Nem Rico... Nem Pobre!

Nesta minha reflexão, me baseei no livro de Apocalipse escrito pelo Apóstolo João, quando ele escreve na carta à Igreja em Laodicéia, em um de seus trechos onde se lê: “... Assim, porque és morno, e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca”.

As pessoas geralmente são assim divididas em dois momentos: 1. Olham pra frente 2. Olham para trás.

Ao olhar para frente, veem o rico, suas conquistas, seus triunfos, seu sucesso, seu conforto e isso no plano positivo motiva e no negativo provoca inveja. E conseguem mesmo enxergar que são poucos os que estão lá no pódio.

Ao olhar para trás veem o pobre. Estes são milhões, a absoluta maioria, falta assistência, têm dificuldades financeiras, outros passam fome, muitos têm que pagar aluguel para morar, outros não tem atendimento médico ou tem e pagam com grande esforço, impera o medo pela sobrevivência.

No melhor sentido motivacional, olhar para frente motiva, mostra que também se pode estar lá no alto... E olhar para trás para se conformar, mostrar que não está tão ruim assim, que espaços já foram conquistados.

Mas o que constrói o sucesso é atitude para saber aplicar os exemplos. Uma palavra convence, um exemplo arrasta multidões.

Nem rico nem pobre e sim atitude para vencer. Não existe sucesso que resista a pessoas que ficam pelo meio do caminho.

Em alguns momentos é importante mesmo olhar para trás para se confortar, ver que já percorreu um bom caminho e que está na frente de muitos... Mas muito importante olhar para frente e ver o que outros fizeram num plano maior (benchmarking), moldar para a sua realidade.

Time que joga com medo de perder a partida já começa perdendo de um a zero. Portanto não existe meia meta ou meio objetivo. Seja seta e não alvo. Corra na frente para chegar primeiro e beber água limpa.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

Escrito por Gilclér Regina
Para contratar este palestrante: (11) 2221-8406 ou

Clique aqui

 

Informações Adicionais